Pensamentos – Dicas Sobre Uma Mulher!

Talvez este texto seja mais indicado para homens, visto que fala sobre mulheres, mas qualquer mulher pode lê-lo e dar a sua opinião!

Todos os homens têm dificuldade em entender uma mulher! Isso é perfeitamente normal. Os homens não pensam nem agem como uma mulher e isso faz com que seja difícil percebê-las (no caso do Castelo Branco, ele age como uma mulher mas isso é demasiado complexo para a minha mente).
Mesmo nos casais, quer sejam casados ou não, quer tenham 10 ou 40 anos de casados, o homem não consegue entender totalmente a sua mulher!

Por este motivo ser tão complexo (e por eu ter uma “enorme experiência”), decidi ajudar todos os homens neste assunto e dar-vos algumas dicas. Calma.. não precisam agradecer já!
Mas antes de tudo, existe uma regra fundamental: Apesar de, nós homens sermos todos iguais, não significa que as mulheres também o sejam. Não podes generalizar!

Dicas sobre uma mulher:

• Qualquer mulher gosta de surpresas! Tenta surpreender-lhe frequentemente, oferece-lhe presentes, chocolates o que tu quiseres. Isso irá fazer com ela se sinta amada. (Mas cuidado: não a tentes “comprar”!!);

• Gostam de receber flores! Até podes achar bastante antiquado e ultrapassado mas um simples ramo de flores pode derreter qualquer coração feminino;

• Escuta sempre o que uma mulher diz! Gostas de ser ouvido quando falas? As mulheres não são diferentes! Elas ficam bravas se não sabes o que elas acabaram de dizer! Por vezes, elas são capazes de partilhar coisas contigo que não irão partilhar com mais ninguém, por isso abre bem os ouvidos;

• Atende sempre as chamadas! Nunca deixes de atender uma chamada de uma mulher! Elas detestam, gostam que atendas logo (elas podem pensar que estás a fazer algo que não deves);

• Gostam quando lhes emprestas o teu casaco! Muitas mulheres, principalmente quando saem à noite, não usam casaco! Podem esquecer-se ou simplesmente não o levam porque não combina (por exemplo: vestido não combina com casaco). Ao lhe emprestares o teu casaco, estás a mostrar que te preocupas com ela e que não te importas de passar frio por ela;

• Gostam de abraços! Um abraço é uma grande demonstração de afeto, de carinho e transmite segurança. Quanto mais apertado e prolongado esse abraço for, maior a confiança e cumplicidade que existe entre ti e essa mulher! (É de relembrar que esse abraço apenas se conquista com o tempo);

Mexe-lhe no cabelo! Faz-lhe festinhas, penteia-lhe o cabelo e entrelaça-o nos teus dedos. Tenta não exagerar, pois isso também pode deixar o cabelo oleoso/sujo, e algumas mulheres não gostam muito;

“Estou gorda?” Se esta pergunta surgir, a resposta única, óbvia e que ela está à espera é: “Claro que não!”. Nunca penses em dizer outra coisa e se o tentares, pensa MUITO bem antes de o dizeres (boa sorte para o que vais dizer);

• “Só mais 5 minutos” Se uma mulher estiver a despachar-se pode significar muito mais tempo do que apenas 5 minutos! Essa expressão só tem esse significado quando “5 minutos” for o tempo que ela te deu para fazeres algo que ela te pediu (por exemplo: deitar o lixo fora ou largar a televisão);

• Diz que a amas! Se já tiveres namorada ou fores casado, esta dica pode ser mais adequada para ti. Uma das maiores provas de amor que lhe podes fazer é dizer “Amo-te”. Isso vai significar muito para ela! Uma mulher adora sentir-se amada e, para ela, não existe nada melhor que isso!

Espero ter conseguido ajudar alguns homens neste assunto, pois sei bem que precisam destas dicas!
Mas não se esqueçam da regra:
“Apesar de, nós homens sermos todos iguais, não significa que as mulheres também o sejam, portanto, lembra-te que cada mulher é única e não podes generalizar!

Advertisements

3 thoughts on “Pensamentos – Dicas Sobre Uma Mulher!

  1. Possa Claúdio, não é por nada mas exageraste um pouco na generalização feminina x)
    Para mim, isso são umas mimadas que querem mordomos sempre a pronto e disponiveis a toda a hora para elas (e como opinião de mulher, essas dicas são irrevelantes em comparação com as primeiras coisas que supostamente deveriam ser feitas). Porquê? Vamos pensar um pouco… Porque será que são tantos os relacionamentos que falham e entram em desgaste? De quem será a culpa? Dos dois, obviamente! Quiseram armar-se em alguém que não são, então… depois paciência, não reclamem que a culpa foi do outro, porque numa relação a culpa é sempre de ambas as partes.

    E aqui questiono-me: de que serve o homem mostrar-se super atencioso, querido e compreensivel, quando na realidade não é esse o seu verdadeiro caracter? De que serve a mulher se armar toda em princesinha perfeita, quando na realidade existe uma pequena ogra em todas nós? Acho ridículo, sinceramente, não entendo porquê forçar algo que sabe-se que desde o início é oco e falta qualquer coisa, mas que mesmo assim um deles insiste, esforçando-se ao máximo, para mais tarde quando tudo chegar à escassez, ouvir-se “Eu fiz tudo por ela/ele, e é assim que acaba?! Foi tudo em vão. Que perda de tempo! Nunca esperei nada mesmo aquela atitude da parte dela/dele” e blablabla.
    Hey! Não vale a pena chegar ao cúmulo da estupidez de não ter vida própria para atender todos TODOS os telefonemas que a namorada fizer… é impossível, quer seja por motivos profissionais, escolares, pessoais, etc. E se ela não entender isso, nossa, porquê perder tempo com uma fifi que no namoro já está a dar os primeiros sinais que com o tempo vai revelar-se ser ainda pior? E porquê a parvoice de ser paciente e ser razoável aos namorados que se vão revelando ser arrogantes e agressivos? Credo isso é logo para cortar, porque a tendência vai ser sempre para piorar, à medida que eles vão achando que vão tomando posse, e as raparigas permitirem ser submissas a esse parvalhões, é claro que depois vão ser como bonecas de trapos nas mãos deles. Outro desacordo, nunca falar mais do que realmente se faz, só por exemplo o “amo-te”, verbo esse que já está tão vulgarizado, ao ponto de um par de almas penadas, que acaba de namorar hà dois dias dizer “amo-te” e pôr “amo-te” e altas pirosas declarações em todas as redes sociais para todo o mundo ver, simplesmente patético, passado um mês já terminaram e está o mesmo a dizer “amo-te” para outra. Qualquer rapariga com a cabeça no lugar, repara mais nas acções e atitudes que os homens tem, e observam cada pormenor para entender se o que dizem realmente corresponde com o que fazem, melhor seria até falarem menos, isto é, gabando-se menos de si mesmos (acho isso profundamente infantil e enfadonho), ai se tem as provas à vista, mas lá está quem se arma naquilo que não é, a longo prazo, vem à tona que tudo o que dissera era da boca para fora e que no fundo não passa de um imaturo que não sabe o que quere na vida, que não sabe o que é ser homem e que desrespeita mais a sua parceira do que a elesmesmo. Daí o meu conselho, quem não está capaz de namorar, melhor é ficar quieto nisso e ir crescendo e amadurecendo, esforçando-se na escola, trabalho e interação com outras pessoas, ou raparigas, se um destes se aproximarem de vocês, simplesmente nem vale a pena cair nas suas cantigas, de dizerem aquilo que acham que vos vai agradar, só coisas bonitas e mimizices fatelas do género que são especiais, únicas e nunca conheceram ninguém igual, porque essas mesmas palavras já estão mais que estudadas e fixadas, e se não resulta com uma, tentam as mesmas frases com outra.
    Então concluindo, digo que para conhecer uma rapariga, sejam simplesmente vocês próprios, se ela não gostar, então pronto, melhor ainda, não vão forçar algo que mais tarde vai ser mais dificil de desapegar. Mas caso a achem mesmo diferente, interessante e blabla, mas sendo ela muito timida, então é bem mais dificil de a alcançar devido a essa sua barreira, ai é preciso muita paciência e fazerem por ganhar a confiança dela, se ela realmente for única e especial, mostrem-lhe isso e façam-na sentir-se como tal (mas não de forma verbalizada), e caso as coisas, aos poucos, forem correndo bem, irão finalmente ganhar a sua confiança, ela achará graça à vossa personalidade, maneira de ser, aos disparates que disserem, e ai sim, de forma natural e com todo o gosto a escutarão, depois sim é agradável, que à medida que se tornarem mais próximos, oferecem um ramo de flores, fazerem outros tipos de surpresas, etc e para isso nem é preciso saber quais as dicas ou os truqes para conquistarem uma mulher, porque valeu a pena todo esforço, e o quanto o depois é recompensador, conhecerem-ne como mais nenhum outro a conhece. Mulher é como uma maçã, numa macieira, prefere-se sempre apanhar as maçãs mais fáceis de alcançar, quando essas já estão um pouco moles e picadas pelos pássaros, mas muitos preferem não apanhar as que estão no topo, porque tem medo de se magoar, sendo assim banais e se deixando limitar com as fáceis, só os valentes é que querem arriscar apanhar a do topo. Bom acho que este foi o melhor conselho que pude dar.

    Fica bem 🙂

    Liked by 1 person

    1. Obrigada por teres lido o meu texto “Alguém Escreveu”, é muito importante ter críticas e sugestões de outras pessoas! (Vou tratar por tu para ser mais prático)
      O que acabaste de escrever é a tua opinião e respeito-a acima de tudo.
      Tendo em conta ao ter generalizado as mulheres, na verdade, eu não concordo. Antes de ter referido aquelas dicas, eu relembrei que não deviam generalizar as mulheres e, no fim, voltei a relembrar dizendo que cada mulher é única! Por isso acho que não generalizei.
      Em relação ao fato de referires que existem relacionamentos que terminam por as coisas não serem verdadeiras e tudo mais, o meu objetivo não foi melhorar esses relacionamentos falsos.
      O meu objetivo foi fazer um 2 em 1: dar as dicas para os homem perceberem um pouco as mulheres, coisas que elas gostam e, ao mesmo, lembrar que as mulheres são únicas! (A tal regra que eu mencionei)
      Concordo também que não vale pena usarmos máscaras nos relacionamentos pois um dia o elástico vai quebrar-se e aí tudo virá ao de cima.
      Em relação ao que falaste sobre dizer “amo-te” a alguém, eu sei que isso se tornou vulgar mas isso não retira a sua importância! Eu apenas digo “amo-te” aos meus pais e a uma pessoa em que tenho enorme confiança e nem somos namorados ou algo que se pareça! É pena ser vulgarizado, pois é preciso saber o que ela realmente significa…
      Enfim não fiques com a impressão que quis generalizar, pois a minha intenção era precisamente o contrário.
      Espero que continues a ler o meu blog e que possas dar mais opiniões!

      Gostar

  2. O teu texto chamou-me a atenção por dois motivos: o tema, que me aguçou a curiosidade em lê-lo imediatamente e a forma como o introduziste, alertando os leitores para o fato de não pretenderes generalizar. Com estes dois aspectos senti-me impelida a ver o que “aí vinha”. Pois é, deixa-me dar-te os parabéns. Não por ser um escrito sobre mulheres, mas por ser um escrito sobre pessoas e que envolve homens e mulheres. Fez-me inferir de imediato que afinal há luz no fundo do túnel e o futuro não está comprometido, afinal ainda há quem se preocupe com o outro, em perceber o outro e em fazer o outro feliz, em vez do tendencialmente crescente hábito de olhar apenas para o próprio umbigo. Voilá, É-se grande quando se faz o outro feliz e quem ainda não percebeu isto, ainda não encontrou o próprio caminho. Espalhar o amor é a chave. Parto do principio que todas estas dicas são válidas tanto do homem para a mulher, como da mulher para o homem. Mas aqui apresentas do homem para a mulher e é por aí que vou também.
    Sem recorrer à mesma ordem que apresentas vou começar pelo “Diz que a amas!”. O ‘amo-te’ está banalizado, mas não é por isso que, por excesso de zelo, o vamos guardar na gaveta quando ele é mais preciso. E quando ele é mais preciso? não numa relação de amizade, porque aí podemos recorrer ao ‘gosto muito de ti’, ‘curto-te bué’, ‘adoro-te’, etc. etc. Mas sim numa relação intima entre duas pessoas, quando namoram, vivem juntas, partilham a vida. É uma expressão pequena, que pode acrescentar tanto. É para repetir mil vezes na vida, se for preciso, com a primeira namorada, com a segunda, com a terceira, porque todas as namoradas são únicas e todas têm o direito a serem felizes independentemente das más experiências anteriores de ambos. Repetir com sentimento, com verdade, porque só com entrega e verdade faz sentido viver.
    Recomendo vivamente o “Mexe-lhe no cabelo! Faz-lhe festinhas”, o toque é sim um dos sinais que damos ao outro que existe ligação, envolvimento, laço, os corpos são fronteiras e o toque é a ponte, o rio que une. Abraços, atenções…tudo isso subscrevo. Significa que estamos atentos e quem não gosta que estejam atentos a si? Tudo o resto que mencionas são, no fundo, exemplos de atenções, de olhar e ver o outro.
    Não olhei para o teu texto com o peso de relacionamentos anteriores, de achar que todos os outros/as que venham depois de uma má experiência que tivemos, ou que testemunhamos em amigos, terão de pagar por isso. Com o peso de pensar que são todos/as iguais. Não são, não é verdade. Como tu disseste as mulheres não são todas iguais e, aqui no teu texto, permite-me discordar apenas de um ponto, os homens não são todos iguais nem funcionam todos da mesma maneira. Acredita.
    Definitivamente, oferecer flores! sempre, uma, várias. Não para “comprar” como tu dizes, mas para mimar. Todo o Ser Humano deve ser bem tratado, acarinhado, só assim o amor vingará. E não falo apenas do amor entre homem e mulher. Respeitar é a chave. Ouvir e estar atento.
    Como mulher agradeço-te a atenção de teres dedicado algum do teu tempo a pensar em como melhorar o relacionamento entre homens e mulheres. Continua a escrever, a agitar as mentes.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s